sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A chuva e o caos

Chuva no ES já deixa 7.300 desabrigados em 34 cidades

A chuva que atinge o Espírito Santo desde o início da semana já deixou 7.300 pessoas desabrigadas em 34 municípios. Hoje, a Defesa Civil Estadual retificou o número de mortos - a perícia revelou que uma mulher, que teria sido levada pela força das águas em Cachoeiro de Itapemirim, na verdade havia sido assassinada por enforcamento.
Quatro pessoas morreram no Estado por causa do temporal, uma delas arrastada pela correnteza ao passar por uma ponte em Jerônimo Monteiro e três soterradas no desabamento de uma casa em Afonso Cláudio.
Na madrugada de hoje, os municípios de Barra do São Francisco e São Gabriel da Palha foram inundados depois que o nível dos rios subiu. Houve registro de alagamento de ruas e casas e deslizamento de encostas. Estradas e rodovias estão parcialmente interditadas, mas a Defesa Civil informa que nenhum dos municípios está isolado. Foram distribuídos cestas básicas, cobertores e colchões.
Rio
A estrada RJ-163, principal acesso para Visconde de Mauá, no sul do Rio de Janeiro, foi interditada por uma queda de barreiras. A via liga a Presidente Dutra ao distrito de Resende, importante destino turístico. Os motoristas estão sendo orientados a passar pelo distrito de Fumaça, o que aumenta a viagem em 50 quilômetros.
                                                                                                                                 Estadão
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Todo ano, é sabido que nesse período de janeiro chove muito, mas o Estado espera sempre para tomar medidas depois que os fatos acontecem. Então a falta de investimentos na infraestrutura e estrutura de cidades se revela e provoca um grande caos, com muitas mortes, famílias desabrigadas, estradas bloqueadas etc. Por que não começamos a antever essas ações da natureza com obras de melhorias? Muitas vidas seriam poupadas e a qualidade de vida dos citadinos seria melhor.
E a nossa cidade hein... continua a mesma!
Leandro Tavares.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Politicamente correto é o escambau

O CRAVO NÃO BRIGOU COM A ROSA
(de Roberto Rabat Chame)



Chegamos ao limite da insanidade da onda do politicamente correto. Soube dia desses que as crianças, nas creches e escolas, não cantam mais “O cravo brigou com a rosa”. A explicação da professora do filho de um camarada foi comovente: a briga entre o cravo – o homem – e a rosa – a mulher – estimula a violência entre os casais. Na nova letra “o cravo encontrou a rosa/ debaixo de uma sacada/o cravo ficou feliz /e a rosa ficou encantada”.

Que diabos é isso? O próximo passo é enquadrar o cravo na Lei Maria da Penha. Será que esses doidos sabem que O cravo brigou com a rosa faz parte de uma suíte de 16 peças que Villa Lobos criou a partir de temas recolhidos no folclore brasileiro?

É Villa Lobos, cacete!

Outra música infantil que mudou de letra foi Samba Lelê. Na versão da minha infância o negócio era o seguinte: Samba Lelê tá doente/ Tá com a cabeça quebrada/ Samba Lelê precisava/ É de umas boas palmadas. A palmada na bunda está proibida. Incita a violência contra a menina Lelê. A tia do maternal agora ensina assim: Samba Lelê tá doente/ Com uma febre malvada/ Assim que a febre passar/ A Lelê vai estudar.

Se eu fosse a Lelê, com uma versão dessas, torcia pra febre não passar nunca. Os amigos sabem de quem é Samba Lelê? Villa Lobos de novo. Podiam até registrar a parceria. Ficaria assim: Samba Lelê, de Heitor Villa Lobos e Tia Nilda do Jardim Escola Criança Feliz.

Comunico também que não se pode mais atirar o pau no gato, já que a música desperta nas crianças o desejo de maltratar os bichinhos. Quem entra na roda dança, nos dias atuais, não pode mais ter sete namorados para se casar com um. Sete namorados é coisa de menina fácil. Ninguém mais é pobre ou rico de marré-de-si, para não despertar na garotada o sentido da desigualdade social entre os homens.

Dia desses alguém (não me lembro exatamente quem) se saiu com essa e não procurei a referência no meu babalorixá virtual, Pai Google da Aruanda, foi espinafrado porque disse que ecologia era, nos anos setenta, coisa de viado. Qual é o problema da frase? Ecologia, de fato, era vista como coisa de viado. Eu imagino se meu avô, com a alma de cangaceiro que possuía, soubesse, em mil novecentos e setenta e poucos, que algum filho estava militando na causa da preservação do mico leão dourado, em defesa das bromélias ou coisa que o valha. Bicha louca, diria o velho.

Vivemos tempos de não me toques que eu magôo. Quer dizer que ninguém mais pode usar a expressão coisa de viado? Que me desculpem os paladinos da cartilha da correção, mas isso é uma tremenda babaquice. O politicamente correto é a sepultura do bom humor, da criatividade, da boa sacanagem. A expressão coisa de viado não é, nem a pau (sem duplo sentido), ofensa a bicha alguma.

Daqui a pouco só chamaremos o anão – o popular pintor de roda-pé ou leão de chácara de baile infantil – de deficiente vertical .

O crioulo – vulgo picolé de asfalto ou bola sete (depende do peso) – só pode ser chamado de afrodescendente.

O branquelo – o famoso branco azedo ou Omo total – é um cidadão caucasiano desprovido de pigmentação mais evidente.

A mulher feia – aquela que nasceu pelo avesso, a soldado do quinto batalhão de artilharia pesada, também conhecida como o rascunho do mapa do inferno – é apenas a dona de um padrão divergente dos preceitos estéticos da contemporaneidade.

O gordo – outrora conhecido como rolha de poço, chupeta do Vesúvio, Orca, baleia assassina e bujão – é o cidadão que está fora do peso ideal.

O magricela não pode ser chamado de morto de fome, pau de virar tripa e Olívia Palito.

O careca não é mais o aeroporto de mosquito, tobogã de piolho e pouca telha.

Nas aulas sobre o barroco mineiro, não poderei mais citar o Aleijadinho. Direi o seguinte: o escultor Antônio Francisco Lisboa tinha necessidades especiais… Não dá. O politicamente correto também gera a morte do apelido, essa tradição fabulosa do Brasil.

O recente Estatuto do Torcedor quer, com os olhos gordos na Copa e 2014, disciplinar as manifestações das torcidas de futebol. Ao invés de mandar o juiz prá "putaquilpariu" e o centroavante pereba tomar no olho do cu, cantaremos nas arquibancadas o allegro da Nona Sinfonia de Beethoven, entremeado pelo coro de Jesus, alegria dos homens, do velho Bach.

Falei em velho Bach e me lembrei de outra. A velhice não existe mais. O sujeito cheio de pelancas, doente, acabado, o famoso pé na cova, aquele que dobrou o Cabo da Boa Esperança, o cliente do seguro funeral, o popular tá mais pra lá do que pra cá, já tem motivos para sorrir na beira da sepultura. A velhice agora é simplesmente a “melhor idade”.

Se Deus quiser morreremos, todos, gozando da mais perfeita saúde. Defuntos? Não. Seremos os inquilinos do condomínio Cidade dos pés juntos.
 ----------------------------------------------------------------------------
Engraçado, ironicamente engraçado, esse ano conversando com uma colega de trabalho acerca do folclore, disse-me que não se pode mais cantar e contar nossas histórias folclóricas nas escolas por causa das reclamações dos pais! Achei isso um absurdo, é como chegar no rock n´rio e colocar um fone de ouvido para não poluir o meio ambiente com som barulhento, não poder comer nehuma besteira por conta de bactérias, ou gordura... conclusão: o mundo hoje está uma babaquice só, caretice sem precendentes, tudo é motivo de bulling, preconceito, racismo... estou de saco cheio! 
Que 2011 seja diferente, com pessoas mais normais, flexíveis e queiram viver e não ter a vergonha de serem felizes!

domingo, 12 de dezembro de 2010

Férias

Estão chegando as férias e eu me preparo para trabalhar mais do que nunca, pois é período de shows, e quem é cantor precisa de animar a todos, não é mesmo? Começo a preparar um repertório de primeira... aguardem!!!!
Ps.: quero parabenizar a todos os meus alunos que passaram para o IFF, mas para os que não alcaçaram agora, tentem de novo, não desistam de seus objetivos!
 Bjs nas crianças!

Pracas de Campos

domingo, 21 de novembro de 2010

Postagens

Por motivo de período de avaliações e simulados, estou sem tempo para postar coisas novas... vida de professor!
Leandro Tavares

domingo, 7 de novembro de 2010

ENEM: "Era bem fácil colar e acho que pode ter havido muita gente que fez isso"

Os candidatos ao Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) que souberam que um repórter do Jornal do Comércio enviou uma mensagem por celular enquanto fazia a prova garantem: dava para colar no teste que foi aplicado neste fim de semana em todo o País. Os fiscais não conferiam se havia celulares no bolso e, quando alguém ia ao banheiro, acompanhavam apenas até a porta, facilitando a troca de mensagens durante o concurso.


O repórter do jornal de Pernambuco entrou com um celular ligado e às 13h25 pediu para ir ao banheiro, de lá mandou uma mensagem para os colegas informando qual era o tema da redação. Quando os primeiros alunos saíram, por volta das 15h, o tema, que era Trabalho na Construção dos Direitos Humanos, foi confirmado.

"Era bem fácil colar e acho que pode ter havido muita gente que fez isso", comentou Alana Teng, de 16 anos. "Percebi que foi muito mais gente ao banheiro hoje do que ontem."

"Eu mesma, pensei isso quando fui ao banheiro", diz Ana Kelly Cerqueira Amorim, que se diz uma expert em cola. "Dessa vez, não fui esperta de ver que dava antes, mas podia mandar uma mensagem: na prova amarela a resposta da 3 é tal, da 4 é tal e assim por diante. Depois alguém via e me respondia o que soubesse e eu pegava quando voltasse ao banheiro", conclui.

Amanda Mendonça, de 17 anos, diz que conhece gente que, no sábado, já combinava de colar caso as provas fossem da mesma cor. E, na maioria dos casos, eram. "Eu deixei o celular na bolsa, debaixo da carteira, como pediram, mas não daria para saber se estivesse no meu bolso", comenta. "Teve uma menina na minha sala que foi ao banheiro três vezes. Acho estranho", diz. Para ela, isso prejudica a credibilidade da prova. "Agora não dá mais para saber se quem foi bem deu um jeito de fazer isso."

Alguns candidatos disseram confiar nos concorrentes. "Acho que cada um tem de ter consciência, não acredito que alguém tenha colado", diz Adriano Bonfim da Silva, de 17. O autonomo Alexandre Galindo, de 27 anos, diz que nenhum sistema é "100% seguro". "Quem quer, dá um jeito de driblar, mas acho que ninguém fez isso".

Uns anos atrás  o Enem não tinha a importância que possui hoje, pois muitas universidades (aqui a Uenf/ Uerj) assumiram como modelo substituto do vestibular. Seu perfil era baseado na decoreba ou uma  interpretação meia boca, que qualquer candidato/ vestibulando fazia e se saía bem. Agora, reformulado, ganha um novo modelo, seguindo a tendência interpretativa e abrindo mão do método da memorização. Porém, desde que passou por essa transformação, ganha impacto com polêmicas em matéria de segurança e credibilidade, pois falha em diversos aspectos gerando dúvidas e críticas. E agora, o que fazer: anular e reformular ou validar com tantas pontos críticos? Vamos esperar!
Leandro Tavares.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Da série "pracas" de Campos

E o transporte público em Campos?

Segundo a matéria publicada no jornal Folha da Manhã, apresentando o cenário do transporte público caótico em Campos, como resultado das blitzes da semana passada pelo Detran- RJ, que apreenderam dezenas de ônibus em situação irregular que circulavam pela cidade (só a viação Tamandaré foram 16).  O  vereador Magal que é líder da bancada governista e presidente da Comissão de Transporte e Trânsito da Câmara Municipal, declara que defende a exclusão do programa Cartão Cidadão (R$ 1), que é subsidiada pela PMCG, às empresas de transportes públicos que não atenderem as necessidades do setor.
Esse indivíduo teve uma ideia mirabolante, ao invés de cobrar das empresas que se enquadrem para oferecer um serviço digno, ou da suspensão de concessão dessas empresas, prefere punir a população campista que depende do transporte público, pois além de pagar mais caro, ainda irá pagar por um serviço péssimo, já a muito tempo sabido por todos.

Eleição suplementar poderá ter Garotinho como candidato a prefeito e Suledil como vice.

"Campos, minha cidade, meu amor"

Pois é moçada, sabe quem poderá vir como candidato a prefeito de nossa "próspera" cidade? Nada mais, nada menos que o ilustríssimo político Garotinho, que irá reeditar sua trajetória com o fortalecimento do seu partido e de caixa para projeções futuras. Como diz o ditado popular: "nada pode ser tão ruim que não possa piorar".
"Eu vejo o futuro repetir o passado, vejo o museu de grandes novidades... "

Coordenadora Geral do SEPE/Campos, Graciete Santana, também relata o episódio de ser conduzida ao D.P. após questionar a aplicação do FUNDEB

 
AGRADECIMENTOS
Agradeço, e também em nome do Professor Amaro Sérgio, a cobertura e apoio do Blogs ao lamentável episódio do qual fomos vítimas no dia de hoje por estarmos no cumprimento de nossas atribuições sindicais, ao visitar o Conselho do FUNDEB situado na Av. Pelinca, em busca de esclarecimentos para a categoria da rede municipal de educação, quando uma moça que se apresentou como assessora jurídica dos Conselhos de Educação, do FUNDEB e da Alimentação Escolar, resolveu nos conduzir à 134º DP, sobre a acusação de "desacato de autoridade" e para tanto, convocou o auxílio da Guarda Municipal.
Fomos então, escoltados por duas viaturas da Guarda, por atitude voluntária pois é de conhecimento público que esta não é a função da Guarda Municipal, envolvida neste ardil pela inconsequência desta moça que é filha da assessora n° 1 da Secretária de Educação Joilza Rangel.
Depois de algumas horas de espera, sem motivos que justificassem nossa presença naquela delegacia, fomos convidados a conversar com a Presidente do Conselho do FUNDEB e a Vice-presidente, sem a presença da autora daquela ação, e estas se manifestaram contrárias a registrar qualquer denúncia e solicitaram de nós a mesma posição. Afirmaram que irão nos receber na próxima semana, dispostas a prestar os esclarecimentos que havíamos solicitado.
No nosso entendimento o acontecimento é inexplicável e irreparável, entretanto como o nosso objetivo não é transformar a luta política num caso de polícia concordamos que devemos resolver a questão pelas vias do entendimento, sem interferências de pessoas despreparadas para responder aos questionamentos pertinentes que apresentamos.
Vale lembrar que, sem nenhuma apologia ao governo municipal, o assunto FUNDEB tem sido tratado por uma comissão do SEPE, junto com o Secretário de Administração e com o próprio Prefeito e em nenhum momento fomos intimidados pelos mesmos como tentou fazer a moça, filha da assessora n° 1 de Joilza Rangel.
Vamos, a despeito de qualquer tentativa de intimidação dar continuidade ao trabalho sindical, pois o SEPE é o sindicato que representa a categoria da educação em toda abrangência do Estado do Rio de Janeiro, que ao longo dos seus 33 anoOs de História se mantém no seu perfil combativo.Agradecimentos ao aos blogs DIGNIDADE, Roberto Moraes, Herval Júnior, Profª Luciana, Estou Procurando..., ao Jornal Folha da Manhã e a todas manifestações recebidas por e-mail e ligações telefônicas.
Força aos que lutam!
O SEPE SOMOS NÓS. NOSSA FORÇA E NOSSA VOZ!
Graciete Santana
Coordenadora Geral do SEPE Campos
 
Li essa postagem no Blog do dignidade e achei interessante publicar aqui também até como forma de denúncia, uma vez que a educação assim como outras áreas em nossa cidade estão na UTI. Ora, cabe a todos nós acompanharmos essa situação e também comprarmos essa briga!
Leandro Tavares.

sábado, 23 de outubro de 2010

A T E N Ç Ã O

Legal, continuem postando comentários, pois este espaço é democrático, aberto a todos, mas sempre com respeito, ética e educação! Qualquer um que queira colocar suas ideias, ferindo esses princípios, será excluído das postagens!
Obrigado a todos!

domingo, 17 de outubro de 2010

Frei defende Dilma em missa com Serra e gera confusão com tucanos

O frei João Hamilton criticou a distribuição de panfletos contra Dilma durante missa e foi chamado de petista por Tasso Jereissati

Confusão durante a missa que o candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, participou hoje no final da tarde e início da noite, na Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, em Canindé. O celebrante Frei João Hamilton disse por três vezes que a missa não era local de político.

O frei reclamou também da distribuição de um panfleto criticando a candidata do PT, Dilma Rousseff. "Essa não é uma posição da Igreja Católica. A Igreja não é contra a Dilma", disse o frei para revolta do senador cearense Tasso Jereissati (PSDB). No final da missa, Tasso foi reclamar do padre. Estabeleceu-se um bate boca e Tasso chegou a chamar o padre de petista.
Na missa havia militância pró-Serra e pró-Dilma. Houve um principio de tumulto entre os militantes, mas sem grandes consequências.

     Essa guerra ilógica, incoerente sobre temas envolvendo religião está indo longe demais, será isso mesmo que a população brasileira quer de seu futuro presidente, ou seria mesmo projetos políticos que pusessem o Brasil em outro rumo? Vamos decidir agora nas urnas!

 

sábado, 16 de outubro de 2010

O ÚLTIMO FOLHETO!!!

Todos os domingos à tarde, depois do culto da manhã na igreja, o pastor e seu filho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos evangelísticos.

Numa tarde de domingo, quando chegou à hora do pastor e seu filho saírem pelas ruas com os folhetos, fazia muito frio lá fora e também chovia muito. O menino se agasalhou e disse:

-Ok, papai, estou pronto.

E seu pai perguntou:

-Pronto para quê?:

-Pai, está na hora de juntarmos os nossos folhetos e sairmos.

Seu pai respondeu:


-Filho, está muito frio lá fora e também está chovendo muito.

O menino olhou para o pai surpreso e perguntou:

-Mas, pai, as pessoas não vão para o inferno até mesmo em dias de chuva?

Seu pai respondeu:

-Filho, eu não vou sair nesse frio.

Triste, o menino perguntou:

-Pai, eu posso ir? Por favor!

Seu pai hesitou por um momento e depois disse:

-Filho, você pode ir. Aqui estão os folhetos. Tome cuidado, filho.

-Obrigado, pai!

Então ele saiu no meio daquela chuva. Este menino de onze anos caminhou pelas ruas da cidade de porta em porta entregando folhetos evangelísticos a todos que via.

Depois de caminhar por duas horas na chuva, ele estava todo molhado, mas faltava o último folheto. Ele parou na esquina e procurou por alguém para entregar o folheto, mas as ruas estavam totalmente desertas. Então ele se virou em direção à primeira casa que viu e caminhou pela calçada até a porta e tocou a campainha. Ele tocou a campainha, mas ninguém respondeu.
Ele tocou de novo, mais uma vez, mas ninguém abriu a porta. Ele esperou, mas não houve resposta.

Finalmente, este soldadinho de onze anos se virou para ir embora, mas algo o deteve. Mais uma vez, ele se virou para a porta, tocou a campainha e bateu na porta bem forte. Ele esperou, alguma coisa o fazia ficar ali na varanda. Ele tocou de novo e desta vez a porta se abriu bem devagar. De pé na porta estava uma senhora idosa com um olhar muito triste. Ela perguntou gentilmente:

-O que eu posso fazer por você, meu filho?

Com olhos radiantes e um sorriso que iluminou o mundo dela, este pequeno menino disse:

-Senhora, me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS A AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto que lhe dirá tudo sobre JESUS e seu grande AMOR.

Então ele entregou o seu último folheto e se virou para ir embora.
Ela o chamou e disse:

-Obrigada, meu filho!!! E que Deus te abençoe!!!

Bem, na manhã do seguinte domingo na igreja, o Papai Pastor estava no púlpito. Quando o culto começou ele perguntou:

-Alguém tem um testemunho ou algo a dizer?

Lentamente, na última fila da igreja, uma senhora idosa se pôs de pé.
Conforme ela começou a falar, um olhar glorioso transparecia em seu rosto.

-Ninguém me conhece nesta igreja. Eu nunca estive aqui. Vocês sabem antes do domingo passado eu não era cristã. Meu marido faleceu a algum tempo deixando-me totalmente sozinha neste mundo. No domingo passado, sendo um dia particularmente frio e chuvoso, eu tinha decidido no meu coração que eu chegaria ao fim da linha, eu não tinha mais esperança ou vontade de viver.

Então eu peguei uma corda e uma cadeira e subi as escadas para o sótão da minha casa. Eu amarrei a corda numa madeira no telhado, subi na cadeira e coloquei a outra ponta da corda em volta do meu pescoço. De pé naquela cadeira, tão só e de coração partido, eu estava a ponto de saltar, quando, de repente, o toque da campainha me assustou. Eu pensei:

-Vou esperar um minuto e quem quer que seja irá embora.

Eu esperei e esperei, mas a campainha era insistente; depois a pessoa que estava tocando também começou a bater bem forte. Eu pensei:

-Quem neste mundo pode ser? Ninguém toca a campainha da minha casa ou vem me visitar.

Eu afrouxei a corda do meu pescoço e segui em direção à porta,
enquanto a campainha soava cada vez mais alta.

Quando eu abri a porta e vi quem era, eu mal pude acreditar, pois na minha varanda estava o menino mais radiante e angelical que já vi em minha vida. O seu SORRISO, ah, eu nunca poderia descrevê-lo a vocês! As palavras que saíam da sua boca fizeram com que o meu coração que estava morto há muito tempo SALTASSE PARA A VIDA quando ele exclamou com voz de querubim:,

-Senhora, eu só vim aqui para dizer QUE JESUS A AMA MUITO.

Então ele me entregou este folheto que eu agora tenho em minhas mãos.

Conforme aquele anjinho desaparecia no frio e na chuva, eu fechei a porta e atenciosamente li cada palavra deste folheto.

Então eu subi para o sótão para pegar a minha corda e a cadeira. Eu não iria precisar mais delas. Vocês vêem - eu agora sou uma FILHA FELIZ DO REI!!!

Já que o endereço da sua igreja estava no verso deste folheto, eu vim aqui pessoalmente para dizer OBRIGADO ao anjinho de Deus que no momento certo livrou a minha alma de uma eternidade no inferno. '

Não havia quem não tivesse lágrimas nos olhos na igreja. E quando gritos de louvor e honra ao REI ecoaram por todo o edifício,
o Papai Pastor desceu do púlpito e foi em direção a primeira fila onde o seu anjinho estava sentado. Ele tomou o seu filho nos braços e chorou copiosamente.

Provavelmente nenhuma igreja teve um momento tão glorioso como este e provavelmente este universo nunca viu um pai tão transbordante de amor e honra por causa do seu filho...

Exceto um. Este Pai também permitiu que o Seu Filho viesse a um mundo frio e tenebroso. Ele recebeu o Seu Filho de volta com gozo indescritível, todo o céu gritou louvores e honra ao Rei, o Pai assentou o Seu Filho num trono acima de todo principado e potestade e lhe deu um nome que é acima de todo nome.

Bem aventurados são os olhos que vêem esta mensagem. Não deixe que ela se perca, leia-a de novo e passe-a adiante.

Lembre-se: a mensagem de Deus pode fazer a diferença na vida de alguém próximo a você.

Por isso...

- Me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de
dizer que JESUS TE AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto.

Serra diz que Enem e ensino médio precisam de reformulação

Em evento no dia do professor, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, disse hoje que o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e o próprio ensino médio precisam ser reformulados. “O Enem tem que ser refeito. A utilização política e propagandista acabou arruinando o Enem. Além disso, acabou virando um problema para os jovens”, afirmou Serra a cerca de 1.500 docentes da rede pública reunidos no Espaço das Américas, na Barra Funda (Zona Oeste de São Paulo).
O candidato também afirmou que o ensino médio precisa de uma mudança estrutural. “O ensino médio hoje não oferece um futuro para seus alunos. Nem no mercado de trabalho nem na universidade, como deveria ser”, afirmou. Serra disse que é preciso mudar, mas não apresentou nenhuma proposta de como o Enem e o ensino médio deveriam ser reformulados.Em entrevista ao iG, a professora Maria Helena Guimarães de Castro, uma das responsáveis pela elaboração do programa de governo tucano para a educação, disse que a reformulação passa por um enxugamento das disciplinas obrigatórias e um aumento da flexibilidade da grade curricular.

Durante o seu discurso, o tucano disse também que o governo federal deixou os dados dos estudantes “reféns de bandidos e vigaristas”, em referência à exposição dos dados dos estudantes na página do Enem no site do Ministério da Educação. Segundo Serra, o governo não fez isso “pela maldade, mas pela frouxidão.”
Questionado pelos jornalistas por que muitos professores mostraram-se contrários ao seu governo no Estado de São Paulo, organizando greves no ensino médio e nas universidades estaduais, o candidato acusou o Partido dos Trabalhadores. Disse que a Apeosp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) foi aparelhada pelo PT durante o governo Lula e que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) multou o sindicato por propaganda eleitoral negativa contra Serra em maio deste ano. A presidente da Apeoesp, Maria Izabel Noronha, também foi multada na ocasião e hoje ela estará em evento de apoio à candidata Dilma Rousseff (PT), na capital paulista.
“Isso (uma parte dos profesores ser contra o governo Serra), tudo bem. Porque ter a unanimidade é impossível”, afirmou.

O Serra dizer que o ensino médio e o Enem precisam de mudanças estruturais isso é até coerente, porém esquece que quando ele ainda era governador de São Paulo deixou a desejar em vários aspectos, e o que é pior ainda, é usar a palavra de Jesus como título de campanha para arrebanhar eleitores cristão é de um tom híper, super apelativo! Deveria se concentrar em mostrar projetos, pelo que parece isso inexiste.
          Só nos resta repetir seu slogan de campanha: "Jesus é a verdade e justiça"!

Católicos contra Dilma Roussef

Li nesses últimos dias em diversos blogs e sites matérias sobre a campanha forte das igrejas católicas contra a eleição de Dilma à presidência. A questão é a mesma: "a sua suposta posição a respeito do aborto". Ora, vamos pensar um pouco, alguém ouviu da candidata sobre o assunto? Quando abordada no último debate na tv sobre o tema, prestou atenção, entendeu o que ela disse? Então, foi dito que sua posição é pró-vida, se entre a vida da mãe e do bebê, deve ser favorecida a mãe, a mulher. Convenhamos, isso não é muito diferente do que já acontece no Brasil, e já está regulamentado na lei. O artigo 128 do Código Penal dispõe que não se pune o crime de aborto nas seguintes hipóteses:
  1. quando não há outro meio para salvar a vida da mãe;
  2. quando a gravidez resulta de estupro.
Segundo juristas, a "não punição" não necessariamente deve ser interpretada como exceção à natureza criminosa do ato, mas como um caso de escusa absolutória (o Código Penal Brasileiro prevê também outros casos de crimes não puníveis, como por exemplo o previsto no inc. II do art. 181, no caso do filho que perpetra estelionato contra o pai). A escusa não tornaria, portanto, o ato lícito, apenas desautorizaria a punição de um crime, se assim o entendesse a interpretação da autoridade jurídica.
O artigo 2º do Código Civil Brasileiro estabelece, desde a concepção, a proteção jurídica aos direitos do nascituro, e o artigo 7º do Estatuto da Criança e do Adolescente dispõe que a criança nascitura tem direito à vida, mediante a efetivação de políticas públicas que permitam o nascimento.
Em 25 de setembro de 1992, o Brasil ratificou a Convenção Americana de Direitos Humanos, que dispõe, em seu artigo 4º, que o direito à vida deve ser protegido desde a concepção. A Constituição Federal do Brasil, no caput do seu artigo 5º, também estabelece a inviolabilidade do direito à vida.
Em julho de 2004, no processo da ação de descumprimento de preceito fundamental n. 54/2004, o Ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar autorizando a interrupção da gravidez nos casos de anencefalia. Todavia, esta decisão foi revogada em 20 de outubro do mesmo ano pelo plenário do Tribunal. Até hoje, contudo, ainda não foi julgado o processo.
Vamos refletir um pouco, buscar informação (oh sociedade da informação e tão mal informada!) e depois posicionar sobre o assunto e enfim votar, decidir sobre nosso futuro nos próximos 4 ou 8 anos!
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Aborto_no_Brasil

Da série...

Alguém sabe aonde fica essa rua?

Da série...

Ligue já!

"Política de FHC era nociva à Petrobras", diz Gabrielli

"Política de FHC era nociva à Petrobras", diz Gabrielli

 Sabrina Lorenzi, iG Rio de Janeiro | 15/10/2010 19:42

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, disse que a administração da estatal deve ser discutida durante as eleições presidenciais. Na última quarta-feira, Gabrielli divulgou nota na qual acusa o governo anterior de fatiar a empresa em várias unidades e querer privatizá-la. Nesta sexta-feira, em entrevista ao iG, Gabrielli não só manteve o teor da nota polêmica, como também detalhou o que chama de “plano de desmonte da Petrobras”.

E rebateu o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, que reclamou da nota e pediu mais respeito de Gabrielli. “Eu não desrespeitei o presidente Fernando Henrique Cardoso de jeito nenhum. Eu disse apenas que a política que o governo dele orientou a Petrobras a fazer era nociva para a Petrobras. Era uma política que levaria à privatização e à inanição da Petrobras. E reafirmo minha posição”.

 Vamos saber agora o que o eleitor irá preferir: a política privatizante de Serra, entregando o que restou do Brasil ao capital privado, ou o perfil da truculenta Dilma, nacionalista, centro-esquerda, lulista...

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Tiririca


Leia a entrevista concedida ao repórter Fernando Gallo, da Folha de São Paulo:
Folha – Por que você decidiu se candidatar?
Tiririca – Eu recebi o convite há um ano. Conversei com minha mãe, ela me aconselhou a entrar porque daria pra ajudar as pessoas mais necessitadas. Eu tô entrando de cabeça.
De quem veio o convite?
Do PR.
Como foi?
Por eu ser um cara popular, eles acreditaram muito, como eu também acredito, que tá certo, eu vou ser eleito.
Sabe o que o PR propõe, como se situa na política?
Cara, com sinceridade, ainda não me liguei nisso aí, não. O meu foco é nessa coisa da candidatura, e de correr atrás. E caso vindo a ser eleito, aí a gente vai ver.
Quais são as suas principais propostas?
Como eu sou cara que vem de baixo, e graças a Deus consegui espaço, eu tô trabalhando pelos nordestinos, pelas crianças e pelos desfavorecidos.
Mas tem algum projeto concreto que você queira levar para a Câmara?
De cabeça, assim, não dá pra falar. Mas como tem uma equipe trabalhando por trás, a gente tem os projetos que tão elaborados, tá tudo beleza. Eu quero ajudar muito o lance dos nordestinos.
O que você poderia fazer pelos nordestinos?
Acabar com a discriminação, que é muito grande. Eu sei que o lance da constituição civil, lei trabalhista… A gente tem uma porrada de coisa que… de cabeça assim é complicado pra te falar. Mas tá tudo no papel, e tá beleza. Tenho certeza de que vai dar certo.
Quem financia a sua campanha?
Então… o partido entrou com essa ajuda aí… e eu achei legal.
Você tem ideia de quanto custa a campanha?
Cara, não tá sendo barata.
Mas você não tem ideia?
Não tenho ideia, não.
Na propaganda eleitoral você diz que não sabe o que faz um deputado. É verdade ou é piada?
Como é o Tiririca, é uma piada, né, cara? ‘Também não sei, mas vote em mim que eu vou dizer’. Tipo assim. Eu fiz mais na piada, mais no coisa… porque é esse lance mesmo do Tiririca.
Mas o Francisco sabe o que faz um deputado?
Com certeza, bicho. Entrei nessa, estudei para esse lance, conversei muito com a minha mãe. Eu sei que elabora as leis e faz vários projetos acontecer, né?
O que você conhece sobre a atividade de deputado?
Pra te falar a verdade, não conheço nada. Mas tando lá vou passar a conhecer.
Até agora você não sabe nada sobre a Câmara?
Não, nada.
Quem são os seus assessores?
Nós estamos com, com, com…. a Daniele…. Daniela. Ela faz parte da assessoria, junto com…. Maionese, né? Carla… É uma equipe grande pra caramba.
Mas quem te assessora na parte legislativa?
É pessoal do Manieri.
Quem é o Manieri?
É… A, a, a…. a Dani é que pode te explicar direitinho. Ela que trabalha com ele. Pode te explicar o que é.
Por que seu slogan é ‘pior que tá, não fica?
Eu acho que pior que tá, não vai ficar. Não tem condições. Vamos ver se, com os artistas entrando, vai dar uma mudança. Se Deus quiser, pra melhor.
Esse slogan é um deboche, uma piada?
Não. É a realidade. Pior do que tá não fica.
Você pretende se vestir de Tiririca na Câmara?
Não, de maneira alguma.
Quem é o seu espelho na política?
Pra te falar a verdade, não tenho. Respeito muito o Lula pelo que ele fez pelo nosso país. Ele pegou o país arrasado e melhorou pra caramba.
Fora ele…
Quem ele indicar, eu acredito muito. Vai continuar o trabalho que ele deixou aí.
Então você vota na Dilma.
Com certeza. A gente vai apoiar a Dilma. Ele tá apoiando e a gente vai nessa.
Não teme ser tratado com deboche?
Não, cara. Não temo nada disso. Tô entrando de cabeça, de coração. Tô querendo fazer alguma coisa. Mesmo porque eu sou bem resolvido na minha profissão. Tenho um contrato de quatro anos com a Record. Tenho minha vida feita, graças a Deus. Tem gente que aceita, mas a rejeição é muito pouca.
Se for eleito, vai continuar na TV?
Com certeza, é o meu trabalho. Vou conciliar os dois empregos.
Em quem votou para deputado na última eleição?
Pra te falar a verdade, eu nunca votei. Sempre justifiquei meu voto.
-
Peraê, gente…
O camarada não sabe falar, não sabe quem cuida de campanha, de onde vem a grana, o que tem que ser feito se for eleito… E o pior: JAMAIS VOTOU!
Será que nosso povo é tão ignorante assim? Será o fim dos tempos para nosso País?
Embaixo o link de sua campanha:
http://www.youtube.com/watch?v=W9Iwkv9PBDY

E agora moçada é esperar o resultado do processo do TSE, e caso ele possa assumir, acompanhar de perto o que o palhaço-político, ou político-palhço possa vir a fazer!

Pida agora!

E aí, alguém quer tapióca? Quem não pediu, pida...

Mais uma...

Essa eu cliquei de uma "praca" num supermercado da cidade... conhece?

Manipulação eleitoral

A manipulação é tão descarada que até meu cachorro consegue perceber!!! É por essa e por outras que torço para o fim definitivo da hegemonia dessa emissora, "líder de audiência"...

José Serra, a lei PL 122 e o pastor Silas Malafaia

Entrevista com Pr. Silas no Jornal O Dia 

08/10/2010

Grupos gays protestam contra Índio da Costa, vice do candidato à presidência da República José Serra, que não se manifestou a favor ao PL 122, projeto de lei que criminaliza os que são contra a prática homossexual. A notícia foi publicada no jornal O Dia nesta sexta-feira, que também entrevistou o pastor Silas Malafaia para falar sobre sua posição diante da questão: "Não sou a favor da violência contra homossexuais, mas sou contra criminalizar quem é contra a prática homossexual. Eles se dizem discriminados, mas são o grupo mais intolerante da modernidade porque não suportam críticas", declarou o pastor

Confira na íntegra a reportagem dos jornalistas Celso Oliveira e Paula Sarapu:


"GAYS PROTESTAM CONTRA VICE DE SERRA E HOMOFOBIA


Rio - A afirmação de que José Serra (PSDB), se eleito presidente, vai vetar o projeto de lei que transforma em crime a discriminação a homossexuais, feita por seu vice, Indio da Costa (PSDB), causou revolta entre militantes do movimento gay de todo o País.

Indignados, os principais grupos de apoio a homossexuais do Rio se reúnem hoje para definir uma posição com relação ao candidato. Entidades nacionais serão consultadas para uma decisão conjunta e, na próxima terça-feira, a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) também discute a possibilidade de fazer uma manifestação antes das eleições, de exigir a assinatura de um termo de compromisso ou divulgar carta de apoio à Dilma Rousseff (PT).

Como a coluna Informe do Dia mostrou ontem, Indio da Costa disse que ele e Serra atendem a um pedido de evangélicos. Segundo ele, o projeto de lei 122/2006 atenta contra a liberdade de expressão ao punir com prisão manifestações consideradas homofóbicas. Ontem, o pastor Silas Malafaia, da Associação Vitória em Cristo, admitiu que foi ele quem conversou com Indio, embora o candidato tenha divulgado ontem na internet que O DIA deturpou sua declaração. À noite, porém, Indio confirmou à Revista Veja sua posição.

“É uma lei esdrúxula, vergonhosa. Não é ser contra o direito dos homossexuais, é ser contra criminalizar quem é contra a prática homossexual”, disse o pastor Malafaia.

Presidente do Conselho Estadual dos Direitos da População LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e membro do Conselho Nacional de Combate à Discriminação da Presidência, Cláudio Nascimento classificou a decisão como conservadora e reacionária. “A lei é importante para a demarcação dos direitos dos homossexuais, nada diferente da proteção contra o racismo e a intolerância religiosa”.

Para o presidente da ABGLT, Toni Reis, há um mal entendido na interpretação da lei. “Respeitamos as crenças religiosas. O que não pode é fazer apologia à violência. E quem assume a presidência deve cumprir a Constituição e garantir que ninguém seja discriminado”.

Ativista e deputado estadual eleito, o ex-BBB Jean Wyllys também criticou a decisão da chapa de Serra. “Acho lamentável que os dois façam concessão a grupos fundamentalistas cristãos, em vez de garantir os direitos das minorias”.

Indio reafirma ser contra o projeto em entrevista a site

Apesar de ter criticado a manchete de ontem de O DIA — ‘Vice diz que Serra vai ser contra direitos dos gays’ —, à noite, Indio da Costa voltou a falar com um jornalista sobre o projeto e reafirmou sua posição em entrevista ao site da revista Veja, que foi ao ar às 20h50.

“Não somos contra os direitos dos homossexuais, mas não somos a favor que se criminalize, como propõe o PL 122, as pessoas que têm opinião contrária a essa prática”, afirmou Indio, que, na quarta-feira, ao lado da mulher de José Serra, Mônica Serra, participou de encontro com lideranças evangélicas. Na pauta, entre vários temas, discutiu-se a polêmica em torno do projeto e os evangélicos voltaram a pedir a ele que ajude a impedir a criminalização da homofobia no País.

Na mesma entrevista, Indio da Costa afirma que o texto da petista Iara Bernardi contém excessos e, caso seja aprovado, “haverá liberdade de expressão só para os gays”.

Candidato é polêmico e já foi alvo de CPI

Não é a primeira vez que o vice de Serra chama atenção por declarações e atitudes polêmicas ou ideias mirabolantes. Na campanha do 1º turno, por exemplo, Indio da Costa acusou o PT de ter ligações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Em julho, o candidato disse que mais de um milhão e meio de pessoas já haviam acessado documentos postados por ele em seu Twitter que comprovariam o envolvimento do partido do presidente Lula com os narcoguerrilheiros. “É papo furado essa conversinha de que não pode falar mal do PT”, afirmou. O partido recorreu à Justiça por conta das declarações.

Em 2005, Indio, então secretário municipal de Administração, foi alvo da CPI da Merenda, instalada na Câmara de Vereadores após reportagens de O DIA. O relatório final concluiu que a licitação causou prejuízo aos cofres públicos, mas a investigação foi arquivada pelo Ministério Público.

O candidato ainda responde na Justiça a processo movido por taxista que o acusa de causar acidente de carro na Barra, em 2003. O motorista ficou com sequelas.

Em 1997, o então vereador Indio da Costa quis proibir com um projeto de lei a prática de dar esmolas a mendigos. Propunha até mesmo o recolhimento a albergue de quem fosse flagrado, mas o projeto foi rejeitado por seus pares.

SILAS MALAFAIA : "ELES SÃO O GRUPO MAIS INTOLERANTE”

O pastor evangélico Silas Malafaia se declara uma barreira para os homossexuais. Admitiu que ligou para o vice de Serra, Índio da Costa, pedindo apoio para “não aprovar esse absurdo”.

1. O que o senhor pensa sobre o PL 122?
— Não sou a favor da violência contra homossexuais, mas sou contra criminalizar quem é contra a prática homossexual. Eles se dizem discriminados, mas são o grupo mais intolerante da modernidade porque não suportam críticas. Se meu filho tiver babá homossexual, quero poder demiti-la porque não quero que ele tenha esta orientação. Se homossexuais se beijarem no pátio da minha igreja, quero pedir para que saiam. E não quero ser punido com 3 a 5 anos de prisão.

2. Por que a iniciativa de pedir apoio a Serra?
— Não quero que meu presidente seja contra nenhum grupo, mas tenho que me posicionar. Disse a Serra que teria segundo turno e que a comunidade evangélica estava atenta às questões do aborto e do PL 122.

3. Qual a real mensagem no outdoor que espalhou pela cidade?
— A carapuça serviu? Eles não são a favor da família? Não são a favor da preservação da espécie humana? Não são macho e fêmea? São o que, andrógenos? É uma mensagem e cada um interpreta como quiser.

Autora: “Serra devia se posicionar”

Autora do projeto de lei 122, aprovado por unanimidade na Câmara e à espera de votação no Senado, a deputada federal Iara Bernardi, do PT de São Paulo, cobrou um pronunciamento público de José Serra sobre o tema.

“Ele é que deveria falar, se posicionar, e não colocar o seu vice para falar por ele, como se fosse um ventríloquo. Essa é mais uma bobagem que o Índio da Costa diz. Ele só fez isso nessa campanha”, criticou.
Segundo Iara, muitas mentiras sobre o projeto foram espalhadas na internet para difamá-lo e prejudicar sua tramitação no Senado. Mas ela está confiante na aprovação.

“Dizem que obriga igrejas a fazer casamento gay, mas não tem nada disso. Muitos senadores progressistas foram eleitos agora, tenho certeza que vão colocar o projeto de novo na pauta”, concluiu." 

Link da reportagem: http://odia.terra.com.br/portal/brasil/eleicoes2010/html/2010/10/gays_protestam_contra_vice_de_serra_e_homofobia_115594.html

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Meningite na região

Li hoje sobre casos de meningite na região da cidade de São Francisco do Itabapoana e fiquei espantado como a situação da saúde pública está, uma vez que muitas doenças de décadas atrás estão novamente assolando as populações mais pobres... Agora, temos que prestar atenção nos sintomas, como dores no corpo, febre e dificuldade em deslocar o pescoço.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Garotinho se elege mas tem que aguardar o TSE

Reprodução do Globo on line.
RIO - Oito anos depois de deixar o governo estadual para disputar a Presidência da República, em 2002, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) voltou a ser eleito para um cargo público. Ele, que acompanhou a apuração em Campos, no Norte Fluminense, ao lado da família, foi o mais votado no Rio na disputa por uma vaga na Câmara dos Deputados. Garotinho obteve 694.862 votos. Com a votação expressiva, ele garantiu para o PR outras sete vagas na Câmara dos Deputados, igualando o espaço do partido ao PMDB fluminense.
O ex-governador obteve o registro eleitoral graças a uma liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após ser condenado, com sua mulher, a prefeita cassada de Campos, Rosinha Garotinho (PR), por abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
Segundo a denúncia, a rádio e o jornal "O Diário", de Campos, teriam beneficiado Rosinha com "práticas panfletárias" nas eleições de 2008. Se o TSE cassar a liminar, os votos dados ao governador serão anulados, já que a condenação o torna inelegível por três anos. 

domingo, 3 de outubro de 2010

HERRUS DE PULIÇA EM BOLETIMS DE OCORRÊNÇAS

HERROS DA PULIÇA! Tal anedotário é obra de um Tenente Coronel da PM, que recentemente expôs o conteúdo de seu livro no Programa do Jô Soares, informando que todas as frases foram originalmente coletadas dos livros e relatórios de registro policial.
Alguns erros notórios escritos por policiais em ocorrências:
'Senhor delegado, deu entrada no Pronto-Socorro Municipal o cidadão, vítima de 'gargalhada'. 'Gargalhada' no peito, no rosto e nas costas. Segue anexo um 'gargalho' de garrafa.'
(Por acaso não seria : GARGALO??)
'O veículo, durante o acidente, teve amassamento no pára-choques e nos pára-lamas dianteiros, sendo quem não pudemos colher melhores dados, devido à vítima haver fugido a 'galope.'(Era um atropelamento de cavalo?)
'O condutor foi preso em flagrante por estar dirigindo em velocidade 'incombatível' com o local.'
(O que pensar...?)
'Ocorreu um 'abarroamento de pessoas'.  'Os conduzidos, além da algazarra, ainda xingavam a todos com palavra de baixo 'escalão'.(Bom...no nosso país,  tudo é uma questão de escalão!)
'Demos cobertura à ambulância na condução de um 'débito mental' até o PSM'.
(Vc já pode imaginar quem está com débito mental?!)
'O condutor do veículo colocava em risco a segurança das pessoas, pois estava dando 'cavalo de Paulo' na rua'.
(Que Paulo...   quem é o Paulo...chama o Paulo , vai!?)
'Chegando ao local, encontramos a vítima caída ao solo, aparentando ter cometido um 'homicídio contra si mesmo'
(Esse aí acredita em reencarnação,  hein?)
'No histórico da ocorrência, constava como objeto apreendido: duas latas de cera 'Odd' e uma lata de cera 'PPO'. (Uma das latas estava de cabeça para baixo,  fala sério???)

'Formava uma 'língua de fogo que lavava a rua'(O que comentar???)
'O cidadão machucou o 'membro do rosto'.'
(Alguém conhece esse membro ??)

'O conduzido, que foi preso em flagrante, disse que era inocente na acusação e que não estava passando de 'bode respiratório'.'
(Deve ser uma nova técnica de recuperação pulmonar!)
'O sujeito estava vestido com uma calça Jeans e uma camisa 'destampada' '
(Por que ele não 'tampou'???)
'...os indivíduos tentaram resgatar o autor do nosso domínio através do uso de força 'anônima'.'
(Esse aí tava 'emaconhado'! ! !)
'O cadáver apresentava sinais de estar morto.'
(Ufa , ainda bem !!)
'Foi apreendido um quilo de lingüiça 'perfumada' '
(Esse aí se apaixonou pela linguiça !!)
'Atendemos à 'solicitação do solicitante' , que nos narrou que o autor praticava 'atentado violento' ao pudor, pois exibia para os transeuntes os 'órgãos sanitários'.'
(O que comentar...fico sem palavras !!)
'Após discutir com a vítima, o autor desferiu um forte soco no rosto da mesma, que de tão violento, 'soltou a tampa de seu nariz' '(Deve ser o mesmo cidadão da camisa 'destampada'... ele tem algum problema com esse objeto?)

Política: vejo futuro repetir o passado...

Vendo as apurações dos votos só tenho uma coisa a declarar: não estamos distantes do século XIX, a República Velha permanece firme e forte em todo o Brasil; temos de Tiririca, Romário, até Roseana Sarney... Garotinho, Clarissa!
Vejo um museu de grandes novidades... irei começar a semana refletindo muito a respeito das permanências prevalecendo sobre as mudanças!
Abraços a todos e lembrem-se, o governo é o reflexo do povo!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Professor é afastado após insultar alunos e quebrar porta de escola no litoral de SP

Um professor de geografia foi afastado de suas atividades após insultar alunos e uma outra professora em uma escola estadual de Caraguatatuba (litoral de São Paulo). O professor também teria quebrado a porta de uma sala de aula.
A confusão aconteceu na última terça-feira na Escola Estadual Ismael Iglesias. De acordo com a Polícia Civil, o professor teve um desentendimento com uma aluna e iniciou uma série de xingamentos. Uma professora tentou intervir e também foi insultada e empurrada pelo professor.
A polícia afirmou ainda que o professor jogou carteiras e bateu uma porta, que acabou quebrando. A aluna, a professora e a diretora da escola registraram boletim de ocorrência contra o professor no 1º DP da cidade.
A Secretaria Estadual de Educação afirmou que o professor foi afastado de suas atividades após a confusão. "Uma comissão formada por três supervisores de ensino foi designada para apurar o caso e ele permanecerá afastado até que a apuração preliminar seja concluída", afirmou a pasta por meio de nota.


segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Fiscalização liberta 95 de trabalho escravo no Rio de Janeiro

Cortadores de cana da Fazenda Marrecas, área da Erbas Agropecuária em Campos dos Goytacazes (RJ), não tinham registro nem acesso adequado à água potável. Outro grupo de trabalhadores baianos também foi explorado
O Norte fluminense foi novamente palco de trabalho análogo à escravidão. Desta vez, 95 cortadores de cana-de-açúcar foram encontrados em quadro de trabalho escravo. As vítimas trabalhavam na Fazenda Marrecas, da empresa Erbas Agropecuária S/A, em Campos dos Goytacazes (RJ).

A fiscalização, ocorrida em 24 de agosto, reuniu Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Ministério Público do Trabalho (MPT), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Marinha do Brasil, que vasculhou a área com sobrevôos para localizar as frentes de trabalho. Os libertados foram arregimentados pelo intermediário Valter Júnior Henrique Gomes em bairros da região.

"Encontramos trabalhadores cortando cana descalços, correndo um risco enorme de se ferirem", relata a procuradora do trabalho Guadalupe Louto Turos Couto, que participou da ação. Além da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), o acesso à água fresca durante o serviço era limitado. "A água era trazida de casa pelos empregados em garrafas plásticas e acabava no meio do expediente. Isso aumenta o risco de desidratação devido ao longo período de exposição ao sol", completa.
Acesse o link: http://www.reporterbrasil.com.br/exibe.php?id=1803

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Serra, quando governador, pagou R$ 34 milhões à editora da revista Veja

21/9/2010 15:35,  Por Redação, com Altamiro Borges - de São Paulo

http://correiodobrasil.com.br/serra-quando-governador-pagou-r-34-milhoes-a-editora-da-revista-veja/182153/

O jornalista Altamiro Borges realizou minuciosa pesquisa junto aos editais publicados no Diário Oficial do Estado de São Paulo e divulgou o resultado, nesta terça-feira, após descobrir indícios de um autêntico “mensalão” pago pelo tucanato ao Grupo Abril. A liberação dos recursos ficou gravada no histórico do Diário Oficial do Estado:
DO (Diário Oficial do Estado de São Paulo) de 23 de outubro de 2007. Fundação Victor Civita. Assinatura da revista Nova Escola, destinada às escolas da rede estadual. Prazo: 300 dias. Valor: R$ 408.600,00. Data da assinatura: 27/09/2007. No seu despacho, a diretora de projetos especial da secretaria declara ‘inexigível licitação, pois se trata de renovação de 18.160 assinaturas da revista Nova Escola’.
DO de 29 de março de 2008. Editora Abril. Aquisição de 6.000 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 2.142.000,00. Data da assinatura: 14/03/2008.
DO de 23 de abril de 2008. Editora Abril. Aquisição de 415.000 exemplares do Guia do Estudante. Prazo: 30 dias. Valor: R$ 2.437.918,00. Data da assinatura: 15/04/2008.
DO de 12 de agosto de 2008. Editora Abril. Aquisição de 5.155 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 1.840.335,00. Data da assinatura: 23/07/2008.
DO de 22 de outubro de 2008. Editora Abril. Impressão, manuseio e acabamento de 2 edições do Guia do Estudante. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 4.363.425,00. Data da assinatura: 08/09/2008.
■ DO de 25 de outubro de 2008. Fundação Victor Civita. Aquisição de 220.000 assinaturas da revista Nova Escola. Prazo: 300 dias. Valor: R$ 3.740.000,00. Data da assinatura: 01/10/2008.
DO de 11 de fevereiro de 2009. Editora Abril. Aquisição de 430.000 exemplares do Guia do Estudante. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 2.498.838,00. Data da assinatura: 05/02/2009.
DO de 17 de abril de 2009. Editora Abril. Aquisição de 25.702 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 608 dias. Valor: R$ 12.963.060,72. Data da assinatura: 09/04/2009.
DO de 20 de maio de 2009. Editora Abril. Aquisição de 5.449 assinaturas da revista Veja. Prazo: 364 dias. Valor: R$ 1.167.175,80. Data da assinatura: 18/05/2009.
■ DO de 16 de junho de 2009. Editora Abril. Aquisição de 540.000 exemplares do Guia do Estudante e de 25.000 exemplares da publicação Atualidades – Revista do Professor. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 3.143.120,00. Data da assinatura: 10/06/2009.
Negócio milionário
Somente com as aquisições de quatro publicações “pedagógicas” e mais as assinaturas de Veja, o governo tucano de José Serra transferiu, dos cofres públicos para as contas do Grupo Civita, R$ 34.704.472,52 ao longo de um ano. O Ministério Público Estadual já acolheu representação do deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) e abriu o inquérito civil  para apurar irregularidades no contrato firmado entre o governo paulista e a Editora Abril na compra de 220 mil assinaturas da revista Nova Escola.
A compra das assinaturas representa cerca de 25% da tiragem declarada da revista Nova Escola e injetou R$ 3,7 milhões aos cofres do empresário Victor Civita. Mas este não é o único caso de privilégio ao Grupo Abril. O tucano Serra também apresentou proposta curricular que obriga a inclusão no ensino médio de aulas baseadas nas edições encalhadas do Guia do Estudante, outra publicação do grupo.

Orégano: a mais nova arma contra o aquecimento global

Suplementos de orégano adicionados à alimentação do gado ajudam a diminuir a emissão de gás metano na atmosfera

Cientistas da Universidade da Pensilvânia descobriram que suplementos de orégano na alimentação de bovinos ajudam a reduzir em 40% as emissões de metano em vacas, uma dos conhecidos agravantes do aquecimento global. De quebra, o orégano também aumenta a produção de leite.

O metano é um dos gases responsáveis pelo efeito estufa, uma das causas do aquecimento global – ele ajuda a reter na atmosfera parte da radiação solar refletida pela superfície da Terra e absorvida pelos e dióxido de carbono, e com isso as temperaturas aumentam. Comparado com outro gás-vilão, o dióxido de carbono, o metano tem 23 vezes mais potencial de criar o aquecimento global. E um dos maiores emissores do gás são os animais ruminantes, como bovinos, ovinos, caprinos e cervos – a pecuária responde por 16% das emissões totais de metano no planeta.
O gás é produzido naturalmente pelos animais em um dos quatro estômagos do complexo sistema digestivo. Quando a vaca digere seu alimento, bactérias presentes no rúmen – o maior dos estômagos – fermentam o material para liberar seus nutrientes, e um dos subprodutos é o metano. Quanto mais fibra presente na dieta, maior a emissão de metano.
Mas o orégano, em forma de suplemento adicionado à ração, inibe as bactérias metanogênicas, o que reduz a produção de metano. “Ele aparentemente também inibe outras espécies de bactéria, mas isso não afeta a fermentação global no rumem”, disse Alexander Hristov, autor do estudo.

Bomba no sistema eleitoral????

Manipulação do sistema de votação (Software) da Urna Eletrônica, em desenvolvimento (ultra secreto) nos laboratórios da Tecnologia da Informação (TI) do governo, visando a adulteração do resultado do pleito de Outubro de 2010, de modo a garantir a eleição de uma determinada CANDIDATA de preferência do establishment sócio-político dominante atual do Brasil.

Esse projeto secreto, conhecido no submundo petista como "Milagre da Multiplicação dos Pães" ou, em resumo, "3 pro nobis, 1 pro vobis", se destina, através de um programa fraudulento e malicioso, previamente inserido no chip do computador, que programa as urnas antes da operação, chamada pelos técnicos, de "inseminação das urnas", a computar sempre - para determinada candidata - 3 de cada 4 votos digitados, independentemente de quem seja o candidato da preferência do eleitor, voto em branco, voto nulo, de forma a assegurar a sua eleição já no 1º turno.

Pasmem! A situação se agrava muitíssimo pelo fato de o TSE não permitir que os partidos políticos tenham acesso aos softwares que rodam na urna eletrônica ou que são usados na totalização, em parte preparados pela Agência Brasileira de Informações (ABIN) através de um órgão chamado CEPESC - especializado em criptografia - que ajuda o TSE desde os tempos do falecido SNI. Tudo acertado direitinho... Silenciosamente... Detalhadamente... Legalmente.... Não permitir a auditoria é uma evidência da fraude!

Agora, imaginem só: se a máfia do governo está se lixando pro TSE, passando por cima de suas decisões com o totalitário rolo compressor do PT, com a estapafúrdia e escancarada antecipação da campanha eleitoral, o que o impediria de lançar mão de mais essas e outras maracutáias do seu vasto e infindável repertório de sujeiras, escândalos, maldades e ilegalidades, para se garantir no poder por mais quatro anos? Dopar softwares, adulterar programas, corromper sistemas de apuração? Isso é pouco!...

Paralelamente, está sendo programada uma maciça produção de cartazes, bandeiras, faixas e galhardetes para inundar as cidades brasileiras (principalmente nos municípios mais pobres do interior), no dia da eleição (boca de urna, voto-cabresto, vale-voto, etc.), com a contratação (por R$ 30,00/pessoa) de milhares de beneficiados dos bolsa-família, bolsa-isso, bolsa-aquilo, de modo a dar a impressão da confirmação do resultado das urnas eletrônicas viciadas, preparadas, fajutadas.

Você pensa que essa é uma patrulha anti-petista? Então vá à página do Google e digite as palavras: Urna Eletrônica Fraude e clique em Pesquisar.

Está lá, escancarado! Só não vê quem não quer ou está satisfeito, porque está tirando proveito da situação.


Nossa esperança é que alguém do "stablishment" sinta remorso por estar traindo o país inteiro e acabe dando com a lingua nos dentes e divulgando as provas que nos faltam. Ou que no dia da eleição, talvez bem antes, algumas urnas sejam "sequestradas" para serem examinadas por um laboratório confiável, e a fraude seja desmascarada.
Alguma coisa ainda vai acontecer, porque Deus (este sim) é grande!


domingo, 12 de setembro de 2010

Governador Sérgio Cabral em vez de pagar dignamente todos os professores planeja vilolar a Consituição Federal

Reprodução do jornal O Dia, coluna Informe o dia.

O Governador Sérgio Cabral antes deveria ter algumas aulas de Direito Consitucional, já que é PROIBIDO e INCONSTITUCIONAL remuneração "diferenciada" para professores, todos devem ter salário igual.
Sérgio Cabral deveria remunerar dignamente os professores, quando candidato em 2006, mandou uma cartinha para casa destes, fazendo várias promessas, que até hoje não foram cumpridas.

Sérgio Cabral esquece ou "não sabe", que a educação é o pilar de uma estado forte, talvez seja por essa ignorância de Cabral, que o Rio de Janeiro atualmente tem o segundo PIOR desempenho no Ideb, e a rede estadual foi a que mais reduziu vagas no Brasil (clique aqui e veja).

Isso é uma vergonha !!!



Esse post extraí do blog do Ricardo Gama (acesse: http://ricardo-gama.blogspot.com/2010/09/governo-sergio-cabral-sege-afundando-e.html), pois não tem como não se indignar e divulgar esse absurdo incostitucional da intenção do nosso ilustríssimo governador! Agora é a hora da nossa resposta de um governo que contribuiu para afundar a educação que vem sucateada há décadas em nosso estado. Precisamos lutar pelos nossos direitos constitucionais que englobam uma educação gratuita e digna para todos os cidadãos brasileiros. Vamos nos lembrar disso nas urnas!!!! 
Chega de promessas, de governos populistas, da farra do dinheiro público com obras superfaturadas... mudança já!!!!!

sábado, 11 de setembro de 2010

Quem conhece nomes mais estranhos?

Enem- dicas do tio Lelê

Atualidades

A prova de atualidades do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cobra a compreensão e a interpretação dos principais fatos que aconteceram no Brasil e no mundo no primeiro semestre do ano. No teste que será aplicado no dia 6 de novembro, os estudantes podem encontrar questões relacionadas a varios temas- o vazamento de petróleo no Golfo do México nos Estados Unidos, o programa nuclear iraniano, a copa do mundo na África do Sul.
Outros temas:

  • Milhares de pessoas ficaram desabrigadas no Haiti após o terremoto

  • Amorim, Lula, Ahmadinejad e autoridades turcas comemoram assinatura de acordo sobre a questão nuclear. Posição diplomática brasileira pode ser tema na prova do Enem

  • O desmatamento na Amazônia caiu 58% em junho deste ano em relação ao mesmo mês de 2009

  • Terremoto de 8,8 graus de magnitude causou tsunami no Chile em fevereiro deste ano

  • Estragos causados pelas chuvas às margens do rio Mundaú, em União do Palmares, na Zona da Mata de Alagoas

  • Dissidente cubano Fabio Prieto é abraçado ao chegar a hotel em Madrid, Espanha. País recebeu presos políticos cubanos


    O Enem sofreu mudanças nos últimos anos, mas continua com características bem próprias, adotando um perfil relativamente simples, contemplando temas de atualidades, exigindo do candidato compreensão de causas e efeitos, relacionados aos assuntos pertinentes ao programa de Geografia (Ciências Humanas e suas Tecnologias). Alguns assuntos devem ser associados às questões políticas- a posição do Brasil no programa nuclear iraniano, terremotos no Hait, evidenciando a causa humanitária, como as desigualdades sociais.

    * Veja os temas que poderão cair no Enem:
    a) terremotos no Hait e Chile- placas tectônicas;
    b) Copa do Mundo na África do Sul- desigualdades sociais, o Apartheid, a questão econômica;
    c) o vazamento de petróleo no Golfo do México nos EUA- problemas ambientais, o petróleo como principal fonte de energia e matérias-primas;
    d) a construção da usina de energia hidrelétrica de Belo Monte- questão ambiental (desmatamento e impactos ambientais);
    e) a mudança dos royalties e do pré-sal- política, economia;
    f) o desmatamento da Amazônia- mudanças climáticas;
    g) as catástrofes ambientais em Angra dos Reis, Paraty, Alagoas e Pernambuco – que envolvem mudanças climáticas e também a ocupação humana desordenada, sem planejamento ambiental;
    h) violência urbana e combate ao narcotráfico- questões sociais, políticas públicas;
    i) El Niño
    j) Enriquecimento de urânio no Irã
    l) Fusões de empresas
    m) Presos políticos de Cuba libertados
    o) Questão palestina (assentamentos israelenses e tentativas de acordos de paz)

    É imprescindível que o candidato leia diariamente jornais, revistas, sites, buscando  se atualizar, e desenvolvendo um olhar crítico, associando os temas da Geografia, abolindo a memorização (decoreba).  Enfim, se atualizar, situar, associar e interpretar.
    Espero que tenham gostado do post, qualquer dúvida, entrem em contato, ajudarei sempre que possível.
    Ps.: faça um planejamento de estudo, além de estudar, descanse, alimente-se bem (corretamente, saudável), faça exercícios físicos regularmente, tenha horas de lazer.

    Abração,

     Leandro Tavares.
    (Professor de Geografia do curso Pré Vest- IFF)

Jogadores da primeira divisão da Itália anunciam greve

Paralisação acontecerá na rodada dos dias 25 e 26 de setembro. Associação critica não-renovação de contrato coletivo entre órgão e clubes que garantia direito dos jogadores de recusar transferências
 
Os jogadores da liga principal do futebol italiano, decidiram nesta sexta fazer uma paralisação da rodada nos dias 25 e 26 de setembro do campeonato. A reivindicação é quanto à mudança de transferências no último ano de contrato dos jogadores. Segundo o presidente da AIC (Associação Italiana dos Jogadores), o capitão do Milan, Massimo Oddo, explicou que os jogadores de todos os 20 times da Série A, a primeira divisão – que inclui times como Milan, Juventus e Inter de Milão – decidiram pela paralisação.
                                                                                                                        Oddo, mobilização profissional

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Eleições 2010

Esses são os candidatos das eleições 2010... reparem no grau de escolaridade! 







Acessem esse link e vejam que doideira geral essa nossa corrida eleitoral... é muita gente despreparada querendo entrar para a política e se dar bem! Pensem bastante antes de votar!!!!

http://midia.largadoemguarapari.com.br/01_candidatos/index.htm

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Eleição suplementares para Campos, poderá ocorrer em novembro (21) e segundo turno em dezembro

Representantes de vários partidos políticos de Campos, estiveram hoje reunidos com o presidente do TRE-RJ, Nametala Jorge, na capital fluminense, para discutirem a respeito da convocação de eleições suplementares em Campos, ainda este ano.
Segundo informações obtidas por este blogueiro, o presidente do TRE, logo após as eleições que ocorrerão no dia 3 de outubro, pretende publicar edital convocando novas eleições para Campos, para que a população tenha o direito de escolher seu representante para exercer o mandato de prefeito até o fim de 2012.
Caso o quadro das eleições de outubro se mantiver conforme mostram as pesquisas, de não ocorrer um segundo turno no Estado do RJ para governador e presidência da republica, a eleição suplementar em Campos, possivelmente seria realizada em 21 de novembro e, caso seja necessário um segundo turno, seria realizado em dezembro. (possível data 19).

Matar aula virou caso de polícia.


Os pais são advertidos e podem levar multas que vão até oito mil reais.
O juizado da infância e juventude de Fernandópolis, interior de São Paulo, decretou o toque de recolher nas escolas, que funciona assim: o aluno que for flagrado na rua no período em que deveria estar em aula vai ser trazido pela polícia de volta pra escola. Os pais ou responsáveis podem ser punidos.
“Se for constatada a negligência dos pais nessa situação, de aluno que mata a aula, o estatuto prevê multa que vai de R$ 1.200 a R$ 8.000”, diz Evandro Pelarin, juiz da infância e da juventude.

*****
A professora Luciana ( http://lucianaprofessora.blogspot.com/), postou:


SSituações extremas merecem atitudes extremas, no entanto, o fato que deveria ser relevante é a análise dos motivos que levam ao desinteresse pelas aulas, pelo contexto escolar em si.
Ultimamente temos visto que diante da falta de estrutura e pouco controle da maioria das famílias em relação aos estudantes, o Estado resolveu intervir.
O fato é que ainda inexiste um olhar mais crítico e apurado quanto ao processo de aprendizagem, inclusive quanto à realidade e a falta de estrutura do próprio sistema escolar.
A imposição da presença maciça dos alunos dentro das salas de aula sem o devido interesse dos mesmos, por sua vez, gera o agravante que mais tem apavorado os docentes: a indisciplina.
De outro lado, diante da extremidade do caos instalado na educação, de modo geral, o Estado decide, então, intervir, diante da falta de estrutura familiar, criando medidas que julga auxiliar na imposição da ordem e do cumprimento das regras.
De acordo com o relato de uma aluna que diz que os alunos que matam aula vão para lan house, podemos perceber um dos fatores que geram tamanho desinteresse no ambiente escolar. Na maioria das vezes, o processo de ensino e aprendizagem distancia-se muito da realidade, por falta de estrutura, a maioria das escola não conseguem acompanhar a evolução tecnológica e ficam “enraizadas” no tradicionalismo “cuspe e giz”. Quando dispõem de alguns avanços da tecnologia, esbarram com a ineficácia do processo de ensino que não vincula teoria e prática, a solução passa a ser, dessa forma, o uso da autoridade estatal.


*****



Muito complicado isso, uma vez que as escolas e pais devem se responsabilizar por tudo que se refere a educação da criança, mas há a falta de recursos para fiscalizar e fazer valer essa lei.
E você, o que pensa sobre essa questão?

terça-feira, 31 de agosto de 2010

TRATAMENTO GRATUITO - RIO DE JANEIRO

Centro Internacional SARAH de Neurorreabilitação e Neurociências

O HOSPITAL SARAH RIO, especializado em neuroreabilitação, inaugurado no dia 01 de maio de 2009, na
Barra da Tijuca, já está cadastrando para atendimento, novos paciente adultos e crianças com as seguintes patologias:



· Paralisia cerebral
· Crianças com atraso do desenvolvimento
· Sequela de traumatismo craniano
· Sequela de AVC
· Sequelas de hipóxia cerebral
· Má-formação cerebral
· Sequela de traumatismo medular
· Doenças medulares não traumáticas como mielites e mielopatias
· Doenças neuromusculares como miopatias, neuropatias periféricas hereditárias e adquiridas, amiotrofia espinhal
· Doença de Parkinson e Parkinsonismo
· Ataxias
· Doença de Alzeihmer e demências em estágio inicial
· Esclerose múltipla
· Esclerose lateral amiotrófica em estágio inicial
· Mielomeningocele
· Espinha bífida
· Paralisia facial
O atendimento é totalmente gratuito.